28/07/2017

Privatização disfarçada: governo quer entregar 49% das ações para o BNDES

O BNDES e o governo do Estado do Rio de Janeiro acertaram, no dia 28, os detalhes da operação de crédito que prevê a venda de 49% da Cedae, uma verdadeira privatização disfarçada. Desta forma o governo estadual perde toda a participação na empresa. A Cedae seria a garantia para o empréstimo 3,5 bilhões do governo federal.

Segundo o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, o banco teria a garantia do "golden share", que daria poderes de veto em assuntos importantes na empresa.

Para piorar, em 2018 ou 2019, o BNDES completaria a venda completa da Cedae, ficandop com 49% das ações e negociando a venda dos 51% restantes.

Por isso, a luta dos cedaeanos precisa continuar firme. O Sintsama-RJ e os demais sindicatos continuam nas ruas diariamente distribuindo a carta aberta explicando para a população os malefícios da privatização da Cedae. Não podemos permitir esse crime feito pelos governos do estado e federal.

  • Recomende (compartilhe) ou Curta esta Postagem.

Nossa rede social:

Clique acima para Edição Atual

NASCENTE