O Sintsama-RJ nunca defendeu e nunca defenderá PDV, PDI, demissões no 1% ou demissão por justa causa


PDV é uma afronta aos trabalhadores, nem o FGTS querem pagar (40%). Estão aproveitando do momento difícil e fazendo esse assédio moral contra os trabalhadores.


Mas vale ressaltar que tem trabalhadores que estão ansiosos pelo PDV porque foram seduzidos para trabalhar na Aegea e na Igua. Também têm trabalhadores que estão querendo ir embora.


Agora, nós que não queremos ir embora e não vamos, estaremos nas trincheiras de luta, porque nada está resolvido, temos ação para ser julgada no STF, ação da Alerj, e etc. Estamos trabalhando junto aos deputados por um PL que defenda os 5.000 trabalhadores que deram a vida pela Cedae (concursados). Não podemos ser tratados simplesmente como um número, isso é desumano.


Em um futuro próximo, esse governo vai ter que prestar conta de tudo o que está fazendo contra nós, cedaeanos.


Não pode a Casa Civil, juntamente com o Governador, tratar a vida e do destino dos trabalhadores sem no mínimo discutir com o Sintsama-RJ, que é o legítimo representante dos trabalhadores. Isso é DITADURA.


Trabalhadores, unidos resistiremos a esse ataque que esse governo está tentando impor aos cedaeanos. A nossa história é de luta e resistência, já se passaram muitos governos e nós estamos até hoje lutando por um saneamento público e de qualidade. Esses VENDILHÕES vão embora e no futuro próximo a população sentirá o mal que estão fazendo contra o povo. As empresas privadas só têm preocupação com o lucro e só investirão onde tiver retorno do capital investido.


Cedae Pública, Estatal e Indivisível


Humberto Lemos - Presidente do Sintsama-RJ

0 visualização0 comentário

Nossa rede social:

Notíciais da sua Empresa.png

NASCENTE

Clique acima para Edição Atual

Arquivo de Notícias