02/08/2018

Sintsama-RJ convida cedaeanos para a porta do prédio sede a partir das 12h, no dia 6/08 (segunda-feira)

Vamos pressionar por um acordo justo durante a reunião do nosso ACT 2018

 

A assembleia do dia 2 de agosto deliberou, por unanimidade, a realização de um ato na porta do prédio sede da Cedae, centro do Rio, para que possamos exigir da empresa, durante a negociação do Acordo Coletivo, os 3,98% de 2017, mais o IPCA de 2018, além dos 10% de ganho real e uma boa Participação no Resultado (PR) e melhoria em todos os benefícios, inclusive o 1% no Vale Transporte. A outra exigência do acordo é que aconteça o concurso público imediatamente.

 

O nosso ato no dia 31 de julho, na porta do prédio sede, e a assembleia do dia 2/08, ajudaram a garantir a conquista da reunião no dia 6 de agosto (segunda-feira).

 

Os 3,98% de 2017 é obrigação da Cedae nos devolver. Isso ela garantiu aos demais sindicatos, que inclusive induziram a nossa base a retirar o dissídio coletivo

 

O Sintsama-RJ, por decisão da categoria, entrou em 2017 em dissídio coletivo para garantir o nosso índice. A direção da Cedae, em conversa com outros sindicatos e sindicalistas, garantiu que em 2018 não teria problema para resolver o índice do ano passado. Isso induziu a categoria a pedir a retirada do dissídio.

 

Mas até o momento na mesa de negociação a Cedae nada apresentou sobre o índice do ano passado. Por isso entendemos que é responsabilidade da Cedae nos devolver os 3,98% de perda de 2017.

 

A desculpa de falta de recurso, utilizada no ano passado, para este ano não tem validade.

 

Veja por quê?

 

-A Cedae reduziu seu número de trabalhadores por conta do PDV e das aposentadorias;

-Mesmo assim os trabalhadores garantiram um faturamento recorde de mais 10,8%;

-A Cedae terá outros recursos, tais como o aumento da conta da água de 5,969%;

-E também isenção fiscal de R$ 2,5 bilhões e a economia de R$ 500 milhões por ano por não mais pagar esse tributo.

 

Por tudo isso, queremos um acordo justo e uma Participação de Resultado (PR) para suprir os ganhos que demos para a Cedae no ano de 2017.

 

No dia 6 de agosto haverá reunião de negociação do acordo coletivo na parte da tarde

 

Por isso, estamos chamando todos os trabalhadores para a porta da Cedae a partir das 12h para garantir que tenhamos êxito nos avanços das negociações.

Quem garante nossas conquistas somos nós, trabalhadores unidos, mobilizados e em luta.

  • Recomende (compartilhe) ou Curta esta Postagem.

Nossa rede social:

Clique acima para Edição Atual

NASCENTE