30/10/2020

A força política dos trabalhadores

Todos nós sabemos que o Brasil atravessa um momento terrível. As forças do mal se apossaram do país e sufocam sociedade, trabalhadores e povo brasileiro em geral.

A guerra é pelo controle do Estado pelo mercado e a principal vítima é a nação brasileira.

Desde 2017 estamos sob ataque. Previdência, leis trabalhistas, benefícios sociais, tudo vem sendo destruídos e nós, trabalhadores, temos resistido a tudo da melhor maneira possível, por mais que a luta seja árdua.

No Rio de janeiro nossa guerra pelo saneamento tem sido travada contra forças poderosíssimas. Nos últimos anos amargamos derrotas terríveis com a subida ao poder de governantes inescrupulosos, inimigos do setor público e fiéis ao mercado.

A CEDAE tem estado sob constante ataque. Tudo vinha sendo feito para que o patrimônio público do saneamento, construído ao longo de muitos e muitos anos, fosse entregue aos vendilhões do mercado.

O SINTSAMA-RJ vem lutando durante todo esse período para reverter o processo, sempre com a consciência de que se trata de uma ação iminentemente política, independente de qualquer lógica, técnica, razoabilidade ou compromisso com a população.

O objetivo dessa gente nunca foi a universalização dos serviços, muito menos o atendimento à população, pelo contrário. Fizeram e fazem tudo por dinheiro e grave prejuízo financeiro do próprio Estado.

Em função disso o SINTSAMA-RJ centralizou todas as suas ações políticas na construção do debate interno, junto à ALERJ, aos governantes e às instituições comprometidas com o saneamento e com a CEDAE pública.

Finalmente obtivemos um pequeno grande avanço.

Ontem, 29/10, o Governador Claudio Castro declarou à sociedade Fluminense que a CEDAE poderá não ser mais vendida, como esperavam as aves de rapina. Os Deputados da Alerj declararam a intenção de revogar a lei insana que permitiu a privatização nos negros tempos de Picciani e sua turma.

O SINTSAMA-RJ tem orgulho de ter sido um dos principais arquitetos de cada etapa dessa luta, conversando, debatendo, esclarecendo as questões, dialogando e cumprindo, acima de tudo, a sua função política de lutar por uma Cedae forte, pública e indivisível.

Estamos cada vez mais convictos de que a política é o instrumento mais adequado para a defesa das grandes questões públicas, como é o caso do saneamento.

A questão não é burocrática, tecnocrática, nem abstrata, é concretamente POLÍTICA, e o SINTSAMA-RJ estará sempre a disposição dos trabalhadores para cumprir o seu papel.

A guerra ainda não está terminada, mas vencemos uma batalha importante.

Precisamos estar atentos e fortes todos os dias e estaremos, tendo o SINTSAMA-RJ como instrumento de luta dos trabalhadores da CEDAE e contra a privatização do saneamento.

A vitória pertence a todos nós.

HUMBERTO LEMOS

Presidente do SINTSAMA-RJ

Nossa rede social:

Clique acima para Edição Atual

NASCENTE